• Amanda Alves

Perca o medo de vender


O medo de vender é um dos maiores paralisadores de todo vendedor iniciante. Fato.


"Como assim, Lincon? Vendedor com medo de vender?" Pois é...


Acredite se quiser, mas isso é verdade. Muita verdade, eu diria.


Afinal, aqui no Brasil nós - infelizmente - temos uma cultura que não apoia o empreendedorismo e acredita que vender é algo feio e invasivo. Infelizmente é assim.


Porém, e se a gente começar a mudar isso, olhando através de outra ótica?


E se vender for um ato de amor?


Calma, eu vou te explicar: vender é trazer uma solução, certo? E soluções melhoram a vida das pessoas!


O vendedor é um facilitador, é aquela pessoa que ajuda outra pessoa a realizar um sonho, resolver uma dor de cabeça ou simplesmente ajudar a ter uma vida melhor. O vendedor traz benefícios para a vida da pessoa.


Em troca, pela boa ação, ele acaba sendo remunerado. Mas o princípio está ali. O vendedor ajuda pessoas.


Isso por si só já seria um belo motivo para valorizar a nossa profissão e enxergá-la como algo incrível, porém eu quero ir adiante:


Vamos dividir o ato de vendas em 3 situações possíveis:


1 - Vendedor oferece a solução e o cliente diz sim para a compra 2 - Vendedor não oferece a solução, e por isso, sem saber, o cliente não reage ( gera privação) 3 - Vendedor oferece a solução e o cliente nega


No primeiro cenário temos o que é caracterizado como venda perfeita. Todo mundo saiu prontamente feliz e com uma recompensa pela transação de compra e esforços empregados. Vendedor precisou vender, comprado precisou se deslocar e selecionar.


O segundo cenário, quando acontece, é uma privação - tal qual um egoísmo. O vendedor não anunciou e privou o cliente de comprar uma solução que poderia melhorar a vida dele. Imagine que é como se você, vendedor, tivesse a resposta que o cliente precisa, mas por algum motivo você não falou.


E no terceiro cenário nós temos a famosa zona de aprendizado.


Muitas respostas negativas à compra aparecem por aqui, porém... o próprio nome já diz tudo: aprendizado.


O vendedor esperto - e determinado com a própria evolução - vai analisar cada não que recebeu, revisar as abordagens utilizadas e preparar um novo pitch de vendas. É dessa melhoria contínua que o vendedor aprimora as próprias skills e se torna ainda melhor no futuro.


Estamos todos entendidos que vender não é nenhum bicho de 7 cabeças? Vender é um ato de amor e de cuidado com o próximo. Quando entendemos isso, conseguimos alcançar o sucesso!




14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo