• Amanda Alves

AIDA: Aprenda a utilizar esse funil para vendas!


Foto de Sora Shimazaki - Pexels



Você já ouviu falar sobre a técnica AIDA? Talvez sim, até porque essa é uma das ferramentas mais utilizadas para criar um bom posicionamento de vendas.


AIDA é a sigla que damos para Atração - Interesse - Desejo - Ação. Pela própria sequência você já consegue ter uma ideia do que ela deve fazer, certo? Então, vem comigo hoje que eu vou mostrar como o AIDA pode te ajudar a gerar mais vendas.


Como utilizar o AIDA para vendas


Imagine como se o AIDA e as vendas fossem como uma conquista: você não chega naquela pessoa especial e a pede em casamento de primeira, antes mesmo de sair e se conhecer, não é?


Com o mundo das vendas é a mesma coisa.


Primeiro nós precisamos chamar a Atenção desse cliente de alguma forma, mostrar que ali tem algo de valor, algo que ele pode gostar e querer consumir. Algo que ele realmente tenha interesse em conhecer.


E então chegamos ao I de interesse...


Uma vez chamada a atenção é preciso aprender a captá-la. Primeiro, o que chamou a atenção do cliente? Dessa resposta nós conseguimos entender o real interesse dele e segmentar toda a comunicação/abordagem. Interesse descoberto, sabemos o que move esse cliente e com isso é possível aumentar ainda mais o interesse através do desejo.


Desejo esse que é o nosso D.


O vendedor precisa bater muito na tecla do do interesse, descobrindo os motivos porque aquilo é tão interessante para o cliente. Desse motivo é possível mapeamos sonhos e medos do cliente e, com isso, os seus reais desejos em vida. Tem cliente que vai desejar ser mais aceito socialmente, tem cliente que vai querer apenas um benefício para a família dele.


De cada vertente dessas nós conseguimos montar um pitch de vendas diferente. Por isso, saber os reais desejos é fundamental para que a abordagem seja efetiva. E falando em efetividade...


Partimos para a Ação.


A ação é aquele tradicional "vamos fechar?", "o que falta para você sair daqui com esse produto?". É aquela chamada mesmo, que tira o cliente da inércia e faz ele fechar negócios.


É nessa etapa onde aparecem as tão famosas objeções, conteúdo esse que já foi abordado aqui em nosso blog.


Com pitchs bem montados e ensaiados e as objeções previamente mapeadas é possível conduzir o cliente até o "sim" final: a venda que você tanto desejou.


O artigo de hoje te ajudou? Aproveite e encaminhe para aquele amigo vendedor que ainda está perdido e poderia se beneficiar muito da técnica AIDA! Ahhh e se precisar de ajuda ou quiser trocar aquela ideia sobre o assunto é só me chamar no Instagram @LinconBeraldo.







26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo