• Amanda Alves

Vendedor para vendedor: Um papo sobre metas pessoais


Foto de Engin Akyurt - Pexels


Uma das situações mais comuns no mundo das vendas são os vendedores que não conseguem bater as próprias metas individuais.


E isso, acredite meu amigo, é um dos maiores fatores que fazem grandes vendedores ficam pelo meio do caminho. Eles simplesmente se frustram e desistem sem alcançar todo o potencial na profissão.


Por isso hoje eu decidi trazer esse papo honesto e franco com você, meu caro vendedor e vendedora.


Vamos falar sobre metas!



O primeiro e mais importante passo.


É ter consciência e diferenciar o que são metas da própria empresa (aquelas que você precisa bater) e as metas pessoais (o seu plano de carreira e crescimento para vida). Tem muito vendedor que bate metas empresariais porém se frustra nas pessoais.


Muito disso porque eles miram alto demais, com metas irrealistas mesmo. Essas metas frustram e te impedem de progredir como gostaria.


Por isso eu gosto de trazer o conceito de metas SMART quando falamos sobre a carreira de um vendedor. Eu acredito que você já tenha ouvido alguma vez o sobre o assunto, mas não custa nada relembrar. Metas SMART querem dizer:


Específicas (S), Mensuráveis (M), Atingíveis (A), Relevantes (R) e Temporizáveis (T).


Específicas porque a sua meta pessoal precisa ser bem detalhada e direta ao ponto, sem muita enrolação. Morar em um lugar bom não é uma meta específica, porém, morar em uma casa de 3 quartos, no bairro X e que custe Y reais é uma meta específica.


Mensuráveis porque você determina um “ponto final” para a meta, caso contrário ela será infinita e você nunca terá um ponto de chegada, sendo refém do trabalho para sempre. Ser rico não é mensurável, mas atingir R$ 10 milhões de patrimônio é.


Atingíveis porque elas precisam ser possíveis de serem conquistadas, não é? Não adianta a sua meta ser um astronauta se você só trabalha com vendas. Não viaje muito na hora de definir as suas metas.


Relevantes, porque elas precisam fazer sentido. Pergunte-se porque a sua meta é relevante para você e sua família, porque ela faria a vida ser melhor… metas com propósito são mais fáceis de serem seguidas.


Temporizáveis, porque você precisa de um “deadline” para realizá-la. A ideia aqui se assemelha muito à mensurabilidade dessa meta.


Eu quero que você pense em como está a sua carreira hoje e comece a traçar o seu plano de crescimento para o futuro. Você deve pensar em cada um desses tópicos na hora de elaborar a sua meta pessoal e de trabalho.


Tendo uma visão clara da “big picture” você adquire um propósito para trabalhar, dia após dia, pelo seu sonho. É isso o que vai te mover naqueles dias em que estiver para baixo, por exemplo. O vendedor que entende isso não larga a profissão no meio da jornada.

Ele segue firme nos percalços, vence a dificuldade e atinge os objetivos ao final da vida. Entender isso foi o que me fez dar um gás ainda maior no trabalho.


Vamos colocar tudo isso em prática, vendedor? Espero que o nosso artigo de hoje tenha te ajudado e, se quiser trocar aquela ideia sobre vendas, me mande um oi lá no @LinconBeraldo


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo