• Amanda Alves

Venda mais para o mesmo cliente!


Foto de Sora Shimazaki - Pexels



A verdade é que você não vende apenas uma vez para o mesmo cliente.


Aliás, você não deve nem mesmo esperar ele voltar e comprar o mesmo produto novamente, o que você precisa é...


Escalar as suas vendas!


E como fazer isso? Através de três modos que eu vou te apresentar no artigo de hoje: Upsell, CrossSell e Downsell.


Os nomes podem até parecer algo difícil à primeira vista, mas acredite, é mais fácil do que parece.


Vamos comigo? Confira abaixo cada um deles!



Upsell


E se um mesmo cliente comprasse um produto mais caro da sua esteira, aumentando assim o ticket médio dele dentro do negócio?


Bem, isso é o que acontece no upsell.


Esse cliente se interessa e faz um upgrade dentro do seu negócio, comprando aquela solução que é mais caro dentro da sua esteira de produtos.


Quer um exemplo? Vou falar sobre o mercado de infoprodutos.


Digamos que você compra o curso de um influenciador famoso, algum daqueles métodos para tal coisa, e esse método custa R$ 397,00. Ok?


Então esse mesmo influenciador, um tempo depois, lança uma formação que te permite aprender um conteúdo mais aprofundado ou até mesmo mais próximo dele. E o preço dessa formação é R$ 1999,00. Viu como ficou mais caro?


A ideia dele é te conduzir dentro da esteira até comprar essa solução. Afinal, é melhor um cliente que paga 400 ou um que paga quase 2 mil?


Esse é o upsell, fazer com que um cliente aumente o ticket médio dele dentro da sua operação.



CrossSell


O crosssell se parece muito como o upsell, porém... aqui nós não temos, necessariamente, um incremento tão grande no ticket desse cliente.


É como se você estivesse comprando o produto X e quisesse levar também um complemento para casa.


Por exemplo, temos os fast foods da vida.


Você compra o hambúrguer e o refrigerante por R$ 20,00, ok? Então o vendedor te informa que por apenas mais R$ 3,00 você pode levar uma batata média também, mas se for mais R$ 5,00 leva a batata grande!


É aí que a sua cabeça entra em bug! E - como muito bem planejado - acaba cedendo e realizando o crosssell.


Mais 3 reais parece pouco para ter o prazer de uma batata, mesmo que média. E mais 2 reais parecem uma pechincha AINDA MAIOR por uma batata grande.


Com isso, o estabelecimento fatura R$ 25,00 e não só os R$ 20,00. Um belo incremento de 35% da receita inicial.



Downsell


Por fim nós temos o downsell, uma estratégia que eu considero importante...


E que deveria ser mais utilizada pelas empresas.


Utilizamos o downsell quando o cliente já está em um produto seu, porém, por algum motivo ele pensa em sair.


É nessa hora onde queremos mantê-lo dentro da base, afinal, nós podemos elaborar estratégias que aumentem o ticket médio dele no futuro. Nós só não podemos perder esse cliente.


É por isso que... rufem os tambores...


Nós criamos um produto de ticket mais baixo. Um produto mais barato mesmo, que agrade esse cliente, mantenha-o em nossa lista de contatos e aumente a conexão dele com a marca.


Lá na frente esse cliente pode ser reativado e o ticket médio aumentado.



E qual dessas técnicas usar?


Eu diria que todas! A sua base de clientes com certeza é extensa e eles nunca estão na mesma fase ou com o mesmo nível de satisfação.


Ter um produto para cada tipo (upsell, crosssell e downsell) é a certeza de ter, pelo menos, uma alternativa que mantenha o cliente dentro da base do seu negócio, rentabilizando-o no futuro.


Aliás, você tem alguma dúvida sobre como criar cada um desses produtos para o seu negócio?


Eu, Lincon, e minha equipe da LB Company podemos ajudar o seu negócio nessa missão. Mande uma mensagem para a gente através de nossos canais, estamos te esperando e, como sempre, #BoraVender!


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo