• Lincon Beraldo

Social Selling: Como usar as Redes Sociais para Vender Mais?

As redes sociais são uma vitrine para sua marca e negócio que tem o potencial de alcançar milhões de pessoas.


Só o Brasil possui 150 milhões de usuários de redes sociais, o que representa quase 70% da população do país, de acordo com a pesquisa Digital 2021 Brazil.


Veja no gráfico a seguir, publicado pela Shapeweb, sobre as grandes vantagens da utilização das redes sociais para qualquer negócio:





Esses dados reforçam a importância das suas estratégias de marketing digital, mas você também já pensou sobre o poder das redes sociais para suas estratégias de vendas?


Olha só que interessante: elas podem aumentar as vendas e o número de clientes em até 38,1%!


Hoje vamos falar sobre o social selling, o conceito que vê as redes sociais como lugar para prospecção de clientes.



O que é Social Selling?


Ele nada mais é do que usar as redes sociais para prospecção de clientes, que tem como base construir um relacionamento com eles.


Afinal, as redes sociais estão baseadas em interação, conteúdo e conversação.


Por isso, a prospecção no social selling é um processo a longo prazo, com o objetivo de fornecer conteúdo e interação para criar credibilidade.





Outro ponto importante é que ele também pode ser considerado como uma venda realizada através da rede social, e muitas plataformas oferecem suporte e recursos comerciais para empresas.


O WhatsApp Business, por exemplo, é uma rede social que funciona como plataforma de vendas, relacionamento e compartilhamento de conteúdos com clientes.


Falamos inclusive aqui como os grupos de Whatsapp podem ser o que sua empresa precisa para vender mais, e isso nada mais é do que o social selling na prática.



Os pilares do social selling: conteúdo de qualidade e pessoas


As redes sociais conectam pessoas através de conteúdos e interação, como falei antes.


Seguindo essa linha, os pilares do social selling são


  • Conteúdo de qualidade;

  • Pessoas que interagem por essas postagens.


O primeiro pilar é o que vai chamar atenção para sua marca, negócio e produto.


Quer seja em vídeo ou imagem, o importante aqui é sempre contar com uma estratégia bem estruturada e caprichar na qualidade da mídia.


Se você já tem uma estratégia de marketing digital bem definida, então já é meio caminho andado.


Agora, o segundo pilar do social selling merece uma atenção mais do que especial!


Lembre-se de uma coisa: mesmo que os usuários usem as redes sociais para pesquisar produtos e marcas, pessoas se conectam com pessoas.


A interação com o público precisa ter um tom mais individual e pessoal, ou seja, uma mensagem bem direcionada para cada usuário que segue nas redes sociais.


Então o segredo aqui é estar atento a interação que seus seguidores estão tendo na sua página ou perfil, e engajar com eles por:


  • Responder suas perguntas;

  • Agradecer por elogios;

  • Dar seu feedback quando fazem sugestões.


Social Selling x Hard Selling


Os consumidores estão sempre na internet buscando informações sobre produtos e satisfação para as suas necessidades.


Ou seja: eles estão cada vez mais conscientes das suas necessidades e desejos, e conhecem mais a fundo quais as soluções mais se encaixam para eles.


A abordagem do social selling é bem distante daquilo que chamamos de padrão hard selling, no qual o vendedor chega com a oferta na mão.


Nesse caso, eles buscam os clientes e se aproximam deles oferecendo conteúdos que constroem credibilidade e confiança.


E assim, o social selling coloca o vendedor como o especialista que oferece ao consumidor as soluções e informações que ele precisa.



Principais vantagens do Social Selling


Quando você utiliza corretamente as redes sociais da sua empresa, oferecendo conteúdo de qualidade e se engajando com seus clientes, seu negócio acaba se tornando uma referência para o consumidor.


A relação é construída com base em conteúdo de qualidade e relacionamento, e a fidelização é garantida pela credibilidade conquistada.


Uma importante vantagem do social selling é que ele reduz o ciclo de vendas.


Como os vendedores já têm um relacionamento com os consumidores estabelecido nas redes sociais, o tempo gasto no processo de negociação e persuasão é reduzido.


Outro grande benefício que você pode extrair do social selling está ao aplicar o que chamamos de “escuta social”.


Quando você se engaja e se comunica com seus clientes nas redes sociais, dá a eles a oportunidade de falarem quais são outras necessidades e desejos que possuem.


E ao tomar nota disso, você pode direcionar seus esforços para criar novas ofertas (cross-sell ou upsell), e até mesmo melhorar seu produto ou serviço.



Usando o Social Selling nas suas estratégias de marketing e vendas


A forma de prospecção nessa modalidade pode ser tanto ativa, quanto passiva.


No primeiro caso, você como vendedor é que deve ir de encontro ao seu potencial cliente.


E você pode encontrá-los de várias formas, tanto aqueles que começaram a seguir sua empresa nas redes sociais, quanto visitar outros perfis e páginas de outros negócios relacionados a seu nicho.


Mas não caia no erro de já de cara oferecer um produto ou serviço para um potencial cliente logo na primeira conversa.


Ao invés disso, inicie um relacionamento mostrando para essa pessoa algum conteúdo que você tenha publicado, e que gere valor a ponto dele interagir e aceitar que a conversa se inicie.


Já na prospecção passiva, aí entra sua habilidade de captar a atenção de seu consumidor através de uma boa estratégia de marketing e de conteúdo.


Um vídeo do Reels no Instagram com uma abordagem mais humorística e que, ao mesmo tempo, eduque ou ensine o usuário, pode ser a chave para conquistar essa atenção e, assim, iniciar uma conversa com ele.


Resumindo: as redes sociais são uma excelente maneira de atrair, engajar e encantar novos clientes, fazendo com que eles criem um relacionamento duradouro com sua empresa.


E se você quer saber como utilizar o social selling para se conectar com seus consumidores através do Whatsapp, confira meu treinamento exclusivo: WhatsApp Lucrativo!


20 visualizações0 comentário