• Lincon Beraldo

Qual a Importância de um Fluxograma de Vendas?

Vender é uma arte!


E como toda arte, existem técnicas e métodos que levam ao aperfeiçoamento dela.


Hoje, você vai conhecer uma delas, que é o fluxograma de vendas.


E também vou te mostrar por que é importante ter essa ferramenta em sua empresa.


Bora lá?





O que é um fluxograma de Vendas?


É um conjunto de símbolos que são utilizados para representar graficamente as etapas de um procedimento e criando, assim, uma sequência de passos para a realização do mesmo.


O objetivo do fluxograma é facilitar a compreensão do processo a partir do desenho de cada um de seus estágios.


Por isso, ele é considerado uma ferramenta que ajuda a garantir qualidade na gestão de empresas e tem sido usado para este fim desde sua criação em 1921, pelo engenheiro industrial e especialista em eficiência, Frank Gilbreth.


Nesse caso, o fluxograma foi inicialmente desenvolvido para descrever os processos operacionais e de produção dentro da indústria.


Mas ele serve muito bem para você estruturar todas as atividades e processos dentro de uma rotina de vendas na sua empresa.


Veja um exemplo a seguir de um fluxograma de vendas:




Fonte: Blog Agendor


A Importância de um Fluxograma de Vendas


O uso dessa ferramenta traz uma série de benefícios para organizações, como:



Padronização do processo


Quando o processo está documentado todos podem conferir o que deve ser feito, assim, é muito mais provável que a forma de fazer se torne um padrão entre os colaboradores.


Além disso, sempre que houver dúvida é possível consultar o fluxograma, garantindo que essa informação não se perca.


E essa mesma padronização também acelera a curva de aprendizado de novos colaboradores que são admitidos no time de vendas, quando ele começa a crescer.



Gera oportunidades contínuas de melhorias


O fluxograma permite que o processo seja constantemente revisitado, possibilitando, dessa forma, a análise crítica, a identificação de falhas e as oportunidades de melhoria.


E ao se utilizar métricas de desempenho, pode-se encontrar gargalos e falhas no desenho do processo para serem trabalhadas, reduzindo assim seus efeitos e otimizando o seu processo de vendas.


Assim, é possível mantê-lo sempre atualizado e otimizado para a realidade da empresa.



Ajuda a compreender o impacto das atividades no objetivo final


Fluxogramas de vendas são criados para facilitar o entendimento e padronização de procedimentos, gerar análises críticas, mas, também, porque eles ajudam a deixar claro para o colaborador o motivo pelo qual as atividades são feitas daquela forma.


Fluxogramas são construídos a partir de uma lógica e, se ela for seguida, o objetivo final daquele processo deverá ser alcançado.


Isso contribui para que seu vendedor entenda a importância do seu desempenho na organização.





Mas como construir um Fluxograma de Vendas?


Bem, isso vai depender muito do seu processo de vendas.


Mas vou te dar aqui algumas dicas para você iniciar o desenvolvimento do seu próprio fluxograma na sua empresa:


  • Analise o seu processo atual: pense nas suas estratégias atuais e se elas ainda fazem sentido para seu negócio;

  • Converse com o seu time: alinhe as expectativas com todos do time de vendas e entenda como eles trabalham, analisando pontos fortes e melhorias;

  • Acompanhe as métricas: acompanhe sempre os indicadores de desempenho de vendas e verifique se os números correspondem à realidade do seu negócio.


Seguindo essas dicas e adequando cada uma delas a sua realidade, você conseguirá desenvolver um fluxograma de vendas que irá proporcionar grandes resultados no futuro.


Na minha consultoria 50 em 5, ele faz parte de uma das etapas de reestruturação do time comercial, e se torna uma peça chave para que essa mudança traga uma grande evolução para a empresa.


Quer saber mais? Então conheça hoje mesmo o Método 50 em 5!


Texto: Caio Moretti


80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo