• Lincon Beraldo

Glossário de vendas: explicamos os termos técnicos da área de vendas e marketing


Foto: Pixabay / Pexels


Muitas vezes nos deparamos com vários termos técnicos da área de vendas: lead, CRM e AIDA, por exemplo. Já fizemos diversos posts aqui no blog decifrando alguns termos e estratégias, explicando em detalhes como eles podem impulsionar suas vendas por WhatsApp.


Neste post a ideia é fazer um glossário. Vamos definir brevemente os termos que você deve conhecer para vender mais.


Explicamos o significado de 30 termos-chave para vendas no WhatsApp. Agora, quando estiver conversando com colegas do ramo ou procurando conteúdo para ajudar o seu negócio, você saberá exatamente do que se trata o assunto.


Os 30 termos-chave para vendas:


1. AIDA: estratégia de vendas baseada em quatro princípios e etapas (atenção, interesse, desejo e ação).


2. B2B: É sigla para business to business. Trata do relacionamento de negócios entre duas empresas.


3. B2C: É sigla para business to consumer. Trata do relacionamento direto entre empresas e consumidores.


4. Bofu: abreviação de bottom of the funnel, representa os clientes que estão na ponta do funil de vendas.


5. CAC: sigla para custo de aquisição do cliente. O CAC é obtido pela soma do investimento em marketing dividida pelo número de clientes conquistados no período.

6. Ciclo de venda: sintetiza as etapas da venda, indicando para o vendedor o que ele deve fazer a seguir. O ciclo de venda é diferente para cada tipo de negócio e deve ser adequado ao funcionamento de cada empresa. Em alguns setores, por exemplo, uma das etapas pode ser o fornecimento de amostras ou visita técnica.


7. Copywriting: técnica de escrita que tem como objetivo estimular o leitor a tomar uma atitude. O copy trabalha com gatilhos que promovem a ação.


8. CRM: sigla para customer relationship management, que em português significa gestão de relacionamento com o cliente. O CRM ordena o processo comercial integrando em um lugar só todos os leads. Possibilita a gestão do processo comercial desde o momento em que o lead demonstra interesse pelo produto ou serviço até a finalização da venda.


9. Follow up: acompanhamento realizado com potenciais clientes para verificar se eles estão avançando no funil, ou seja, se estão mais perto da decisão de compra.


10. Funil de vendas: conceito que auxilia a equipe de vendas e de marketing a organizar a jornada de compra de um potencial cliente. Dividimos o funil em três partes: topo, meio e ponta.


11. ICP: sigla para ideal costumer profile. O ICP é o conjunto de características que define o cliente ideal para o seu negócio, ou seja, aquele que entende e usa o seu produto, que se beneficia do seu serviço e o adquire de maneira constante.


12. Inbound: estratégias de marketing que tem o objetivo de atrair clientes através de conteúdo. O inbound marketing usa canais como redes sociais, blogs e mecanismos de busca.


13. Jornada de compras: caminho que o cliente percorre antes de tomar a decisão de compra. Dividimos a jornada de compras em quatro etapas: aprendizado e descoberta; reconhecimento do problema; consideração da solução; e decisão de compra.


14. Lead: uma oportunidade de negócio e um cliente que forneceu informações de contato.


15. Lead qualificado: é um lead que está mais perto da decisão de compra, está mais qualificado a tornar-se um cliente.


16. LTV: sigla para lifetime value, que pode ser traduzido para valor do tempo de vida do cliente. LTV é uma métrica que indica o faturamento que um cliente traz durante o relacionamento que mantém com o seu negócio.


17. Mofu: abreviação de middle of the funnel, representa os clientes que estão no meio do funil de vendas.


18. NPS: metodologia de pós-venda baseada na pergunta “de 0 a 10, o quanto você indicaria nossa empresa aos amigos?”. NPS é a sigla para net promoter score.


19. Pós-venda: relacionamento que é estabelecido com o cliente após a compra do produto ou serviço. O objetivo do pós-venda é a fidelização do cliente.


20. Pitch: discurso de curta duração que visa despertar o interesse no produto ou serviço. O pitch de vendas deve ser curto e convincente.


21. Prova social: evidência sobre a qualidade de seu produto ou serviço produzida por um cliente. Pode ser um depoimento, comentários, avaliações em redes sociais e até o seu número de seguidores.


22. Saas: sigla para software as a service, em portugês significa software como serviço. O Saas permite que o cliente forneça seus dados, pague e já usufrua dos serviços.


23. Social selling: princípio que usa as redes sociais para prospecção de clientes. O objetivo do social selling é fornecer conteúdo e interação para criar credibilidade.


24. Ticket médio: valor médio das vendas realizadas em um período. O ticket médio é calculado a partir do número de vendas e do faturamento correspondente em um determinado período.


25. Tofu: abreviação de top of the funnel, representa os clientes que estão no topo do funil de vendas.


26. WhatsApp Business: versão do aplicativo que foi desenvolvida especialmente para negócios. O WhatsApp Business tem diferentes funcionalidades para te ajudar a vender mais, por exemplo, etiquetas de classificação de mensagens e informações estatísticas sobre conversão e resultados.


27. WhatsApp Business API: versão do WhatsApp Business que foi desenvolvida para médias e grandes empresas.


28. WhatsApp Status: função que permite o compartilhamento de fotos e vídeos curtos com os seus contatos do WhatsApp. Os arquivos ficam disponíveis para serem vistos por 24 horas.


29. Oportunidades: são os leads mais avançados no funil de vendas, que já estão qualificados para contato de um vendedor.


30. Kpis: sigla para key performance indicator, que em português significa indicadores-chave de performance. É uma ferramenta de gestão que reúne e analisa os indicadores mais importantes para o seu negócio.

Quer saber como usar o Whatsapp para alavancar suas vendas? Clique aqui e descubra como podemos auxiliar o seu negócio.


Texto: Daniele Seridório


36 visualizações0 comentário